Feliz Aniversário

Eu te desejo,
Hoje,
Muita sorte…
E que ela perdure
Pela tua vida.
Eu desejo,
Amor,
Que sejas forte,
Iluminada, sábia,
Esclarecida.
Eu te desejo
Muitas amizades
Que te confortem
Sempre
Com ternura.
Eu te desejo
O tanto de juízo
Que te permita
Um pouco de loucura.
Eu te desejo
O amor verdadeiro,
Saúde plena
E paz incessante…
Um navio cheio de dinheiro
Mas só pra aquilo
Que for importante.
Eu desejo que tu tenhas tudo
Mais que o tudo que tu já mereces
Que encontres o teu próprio deus
E que a ele digas tuas preces,
Eu te desejo
A felicidade
Eu te desejo
Mais que a eternidade…
Eu te desejo, moça,
Eu te desejo.

Moça do Bolo

Hoje o dia é da moça do bolo.
De chocolate, baunilha. Ou de rolo.
Moça bonita.
Um pouco zangada.
Um pouco afobada.
Às vezes, aflita.
Mas sempre infinita.
Sempre intensa.
Moça de bondade imensa.
Coração.
Emoção.
Um pouco de confusão.
E doses fartas de açucar.
É. Ela também é doce.
E age como se o mundo
Também fosse.
(Quem sabe, tá certa?)
A moça do bolo é esperta.
Amiga do Lacan
De mestre em cuca.
A mestre cuca.
E feliz.
Moça que fez bolo pra tevê.
E faz poesia com glacê.
Moça que espalha cores.
E desperta amores.
E vice-versa.
E versa o vice. Vascaína.
Coitada. Desde menina.
Ninguém é perfeito.
Seu sorriso é.
Hoje o dia é da moça do bolo.

Com carinho, para a minha amiga Carol Duarte.

O que dar de presente

O que dar de presente
Pra uma mulher diferente –
Que é gêmea da primavera?

Eu não sei o que ela espera
Mas tenho pouco pra dar…

Alguns mal traçados versos
Ou uns sonetos dispersos
Que se recusam a rimar…

Não tenho eu competência
Para fazer reverência
Com minhas toscas palavras
Pra uma mulher tão bonita
Que traz um brilho no olhar
E um sorriso nos lábios
Que fazem a gente sonhar.

Ela traz todas as cores
E o perfume das flores
De uma nova estação.

Ela desperta amores
E acaba com as dores
Do meu pobre coração.

O que que eu dou de presente
Pra essa mulher diferente
Que é irmã da primavera?

É bem melhor nem tentar
Pra não deixar descontente
Pois se ela for exigente,
Não tenho nada pra dar.

Presente de aniversário, pra minha amiga Vanessa Buchheim