Soneto do Ex-poeta

Já faz quase uma hora

Que eu só consigo rimar

Amor que se foi embora

Com amor que não quer voltar

A dor que dói no meu peito

Dói também no meu caderno

Não acho um verso perfeito

Nem tenho um amor eterno.

Perdi o dom da escrita

Que era o meu ganha-pão

Perdi a moça bonita

Perdi com ela a paixão

E a esperança infinita

Que enchiam o meu coração.