Da Bailarina

Meu coração é da bailarina.
E só dela.
A que espio, escondido,
Pela janela.

Moça dos passos suaves
Das lindas pernas.
Faria juras eternas
Ao seu ouvido.
Queria ser seu namorado,
Amante,
Marido.
Queria
Que ela trouxesse pra perto
Sua alegria.

E que suas mãos,
Que desenham no ar enquanto dança,
Me acarinhassem
Como a uma criança.
Meu coração é da bailarina.
Aquela,
De todas na sala,
A mais bela.
A que sorri
O sorriso mais bonito que eu já vi.

Moça de modos delicados.
Tanto brilho.
Tantos predicados.
Nem percebe que me encanta.
Nem sabe que me fascina.
Meu coração é dela. Só dela.
Da bailarina.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s