Foucault

Tuas sagitarianas coxas, são lindas.
Tuas mãos em minhas mãos, são bem-vindas.
Amo teus modos. Teus traços.
Amo teus caminhos. E teus passos.
Largaria outros sonhos pra trás,
Perderia o juízo. E a paz.
Deixaria de ser o que sou…
Para ser o seu livro do Focault.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s