mais uma vez, insônia

no quarto escuro brilha o teu sorriso
mesmo à distância, sinto-te presente.
entre palavras, acho as que preciso.
e escrevo versos que falam da gente.

Deixe uma resposta