Agenda

Terça-feira.
E a única coisa que eu tenho a fazer,
A única que interessa
E que me faz ter pressa,
É te beijar.
Já adiamos esse beijo
Tantas vezes.
Dias, meses.
Talvez anos.
Sempre enganos.
Porque o tempo passa,
Mas a vontade não.

Vejas que situação,
Hoje é terça
E por mais que uma ou outra não entenda,
Só trago teu nome
No peito.
E na agenda.

Se esses versos, de alguma forma,
Chegarem a ti,
Lembras de um homem que chora,
Mesmo quando sorri.
Porque te ama
E não te tem.
Mesmo nesse intenso
Vai-e-vem,
Ele não te esquece.
E toda manhã, quando fala com Deus,
Agradece.
Pelo teu sorriso.
Pode ser que um dia, ninguém sabe,
Ele se arrependa.
Mas hoje é terça-feira
E ele te traz na mente.
E na agenda.

Deixe uma resposta