Moça na Foto

Eu me perdi nesse teu olhar
Doce e sereno.
Sinto-me tolo, frágil e
Tão pequeno,
Um menino,
Entregue à vontade soberana
Do destino.
Eu sei…
É só um retrato…
Mas o que sinto é mais
Que poesia,
Fantasia,
É fato.
É mais que alegria,
Euforia,
É raro.
É tão bonito,
Que o que eu penso em dizer-te
Deve ser dito:
Eu te amo!
Mesmo tão distante,
Já neste instante,
Eu amo.
Pensam que mal te conheço,
Mas já absorvi-te
Até o avesso…
E pago o alto preço
De dizer-te que te amo
Mesmo antes
De tocar teu rosto,
Sentir, nos teus lábios,
O teu gosto
E abandonar de vez o meu juízo
Pela conquista da jóia mais rara, preciosa…
O teu sorriso.

Um comentário em “Moça na Foto

  1. Caraaaaa esse poema é meeeeu, sou euuuu!
    Ele é um exato pedaço de mim!!!!!!
    Levo ele comigo sempre, em todos os momentos, em qualquer lugar…

Deixe uma resposta