Ainda

Não consegui te esquecer,
Nem mesmo sei se tentei,
Por tanto tempo chorei…
Quem sabe, quero sofrer?
Talvez, amanhã, eu te esqueça
Mas hoje, no pensamento,
Vou viver cada momento
Por mais duro que pareça.
Cada beijo, cada olhar,
Cada instante bonito
Que parecia infinito
Mas que solveu-se no ar

Lembro, claro, do teu rosto,
Da tua pele, teu riso,
Do teu querer indeciso.
Sinto, de novo, teu gosto,
Teu cheiro.
Tua boca na minha,
Minha mão sobre a tua
E quando te deixei nua?
Aquele frio na espinha…
O teu jeito charmoso
De querer mais carinho
E o suspiro baixinho
Ritmando teu gozo,
Esquecer?
Sei, é possível…
Mas desistir de tentar
Pra sempre te conquistar,
É inadmissível!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s