Destino de Poeta

Eu sigo o caminho a passos dispersos
E cato palavras que alguém jogou fora.
Lavo-as e levo-as em forma de versos
Entrego-as pra gente carente que chora.

 

Deixe uma resposta