Você me olha

Você me olha de um jeito
Calado
Você me fala de um jeito
Observador
Você me deixa de um jeito
Apaixonado
E você rouba do meu peito
O meu amor.
Por mais que eu tente controlar
O sentimento
Por mais que eu tente não olhar
A cada instante
Por mais que eu tente disfarçar
Eu não agüento
Por mais que eu tente ignorar
Não é o bastante.
Se eu quero um beijo
É só o seu beijo
Que eu quero
Quero saber o sabor
Dos seus lábios
Que são moldura
Do mais lindo
Sorriso.
Se quero um abraço
É em seu corpo
Que eu penso.
E penso sempre
Que me olha,
Calada.

Deixe uma resposta