Meio sem Jeito

Fecho meus olhos
E enxergo os teus:
É sonho.
Penso em teus lábios
Encontrando os meus:
Desejo.

Se amo-te
Não sei dizer-te.
É desigual
O que sinto agora,
De tudo aquilo
Que senti outrora.
O teu toque
Me devolve a paz.
Teu sorriso
Traz minha alegria,
Tua voz
É a melodia
Que enche meu peito
De um bem-querer
Tão incomum.
Cada abraço teu
Traz-me certeza,
Necessidade
De mais um.

O teu sorriso
Faz o meu sorriso,
É perfeito,
É do jeito
Que eu preciso
Pra viver.

Se amo-te?
Penso que sim.
Mas tenho medo.
E, para ser sincero,
Não encontro a forma
De dizer-te
Que te quero…

Deixe uma resposta