Poema Rosa

Gentileza gera gentileza,
Foram palavras do profeta.
Fundamental, pois, é a beleza,
Dizem os versos do poeta.

Quinta é bela.
E gentil.
Véspera da véspera.
Sutil.

Quinta.

O dia em que tudo é mais bonito,
Otimista, sensível e solidário.
É o dia em que a gente extravasa,
O que guarda em nosso mundo imaginário.

A gente veste, na quinta, um sorriso
E sai às ruas com o propósito do abraço,
Se entrega na guerra pela paz,
Na qual não existe a dor nem o cansaço.

A gente usa um repertório de elogios,
A gente liga pros amigos de escola,
A gente ri dos nossos próprios desvarios,
E liberta nossa alma da gaiola.

Na quinta a gente come sobremesa,
Aquela com recheio de infância.
Na quinta a gente fala com franqueza,
Sem jamais permitir a arrogância.

Quinta é o dia do ‘bom dia’,
Do ‘por favor’ e do ‘muito obrigado’.
Da gargalhada plena de alegria,
Do olhar terno, doce e delicado.

Na quinta, a gente muda o destino.
E põe em verso o que estava em prosa.
Quinta é um dia feminino.

Quinta é um dia cor-de-rosa.

Eu apóio! Movimento Rosa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s