Siga

Não sintas pena de mim
Sei suportar minha dor
Melhor que podes supor
Ainda estou longe do fim

Jamais me olhes com dó
É pior que indiferença
Já aceitei minha sentença
De morrer, por viver só

Não me tenhas como amigo
Te juro, prefiro o nada
Mas não te sintas culpada
Nem te preocupes comigo

Guarda qualquer falsa flor
Prefiro até teus espinhos
Eu não quero carinhos
O que procuro é amor.

Deixe uma resposta