Inevitável

Não há poesia no mundo
Que consiga exprimir
Esse amor tão profundo
Que eu insisto em sentir.
Não há versos que alcancem
Seu sentido ou dimensão,
Tampouco rimas que entrancem
O sentimento e a razão.
É um amor inefável,
Uma paixão inenarrável,
Um desejo inexplicável…
De um poeta inexorável
Com uma força inesgotável
E uma ânsia incontrolável
Pela musa inestimável
De alma inabalável
E coração inescrutável.

Tragédia inevitável?

Deixe uma resposta