De Volta

Onde está você
Que não está me procurando?
Onde está você, amor?
Fui andando, desejando te esquecer,
Machucado, eu caminhei a esmo…
Só queria ir pra longe de você,
Me afastei devagarinho… de mim mesmo…
Cheguei a nenhum lugar… vi o desconhecido…
Ou você vem me achar… ou tô perdido

Perdido…

Solto nesse meu mundo de tédio…
Preso nessa sempre-mesma-vida…
Sem graça… Desgraça descabida…
Doente de amor… E sem remédio…

Já não rio. Já não gozo. Já não sonho.
Já acho o arco-íris enfadonho…
Já não enxergo nem respiro poesia
E é amargo o pão-meu de cada dia…

Já não tô achando nada bom
Nada disso aqui me satisfaz
Tô achando Tom fora de tom
E os versos de Vinícius, imorais…

Onde está você
Que não está me procurando?
Onde está você, amor?

Eu quero de volta o amor da minha vida
Eu quero o amor da minha vida
Só quero o amor da minha vida…

Deixe uma resposta